Picture

Projecto de Apoio à Conservação da Tartaruga Marinha Caretta caretta no Atlântico Norte

Picture

O QUE FAZER QUANDO ENCONTRAR UMA TARTARUGA MARINHA

Procedimento

Medições

Marcação

Procedimento

Formulário

Para compreender melhor a biologia destes animais é importante colher informações sobre todos os casos de aparecimento de tartarugas marinhas nas nossas águas, trate-se de arrojamentos de animais mortos, da captura acidental de animais saudáveis, ou mesmo do aparecimento de tartarugas mantidas ilegalmente em cativeiro.

Atenção! As tartarugas marinhas encontram-se extritamente protegidas por leis nacionais e internacionais! Sob pena de coimas, é expressamente proibido manter, negociar ou utilizar de alguma outra forma tartarugas vivas, mortas ou partes das mesmas. Caso se depare com estes animais e eles estejam em condições saudáveis, deixe-os ou devolva-os ao mar após anotar todos a informação importante (ver abaixo). Caso se trate de animais feridos, moribundos, mortos ou mantidos ilegalmente informe a próxima autoridade marítima, parque natural, museu de história natural ou outros.

Logo que encontre uma tartaruga anote a data, hora e local o mais exacto possível. Caso esteja no mar anote latitude e longitude. Escreva também o nome de quem encontrou o animal e, se for caso disso, o nome da embarcação. Anote todas as circunstâncias relativas ao evento, o estado da tartaruga, eventuais ferimentos e tudo mais que lhe pareça relevante. Proceda efectuando as medições e, eventualmente, marcando a tartaruga conforme descrito mais abaixo. Identifique a espécie de tartaruga seguindo a chave disponível nestas páginas. Anote os seus dados juntamente com um endereço de contacto nos nossos formulários (brevemente disponível nestas páginas).

 Tartarugas marinhas são animais relativamente resistentes que aguentam horas e mesmo dias sem estar dentro de água e sem alimento. No entanto, todo e qualquer manuseamento dos animais causa-lhes "stress", pelo que deve ser reduzido ao mínimo necessário. Uma boa estratégia é cobrir os olhos dos animais com um pano negro, o que os acalma. Se tiver de manter estes animais por algum tempo nunca os deixe directamente ao sol, antes, mantenha-os no escuro num lugar temperado e húmido.

Como medir tartarugas marinhas

As medições são efectuadas com uma fita métrica (flexível de alfaiate) nos locais assinalados pela figura. Meça o comprimento máximo (CCL="curved carapace length") e a largura máxima (CCW="curved carapace width"). Os pontos de início e fim são os bordos da carapaça. A fita métrica deve-se manter esticada, seguindo no entanto todos os desníveis da carapaça que se encontrem sob a linha de medição. Se tiver uma balança registe ainda o peso do animal.

Como marcar tartarugas marinhas

Algumas instituições portuguesas relacionadas com o ambiente, conservação e domínio marítimo têm marcas para aplicar a tartarugas. Normalmente usam-se marcas em inox que têm gravado um endereço de retorno. Contacte-nos se precisar de endereços de fornecedores comerciais das marcas.

Caso tiver acesso a essas marcas, aplique-as da seguinte maneira: coloque uma marca no alicate e verifique que esta se encontra bem segura, com o furo sobre a cavidade e a ponta entalada no rebordo superior do alicate. Aplique a marca na barbatana posterior da tartaruga no local indicado na figura, atravessando a barbatana com o espigão. Verifique que a marca cerrou bem, com a ponta passando através da face inferior da marca e dobrada de forma a enganchar. Aplique sempre duas marcas, uma em cada barbatana, dado as marcas terem tendência a cairem com o tempo.

Picture

Secção de Biologia Marinha e Oceanografia da Universidade da Madeira

Copyright© 1997 SBMO

 Esta página é mantida por Carla Freitas (cfreitas@dragoeiro.uma.pt)

 Última modificação: 23.09.1998