Logo Projecto Biopolis Logo CQM
Sobre Lista Plantas Pesquisa Avançada




Informações sobre a planta
Nome Científico Euphorbia piscatoria Aiton
Sinónimos
Família EUPHORBIACEAE
Nome Comum Figueira do inferno, Alhendros.
Partes Estudadas
Bioactividade
Etnofarmacologia Usada como veneno para peixes. A seiva pode danificar a pele ou mesmo causar cegueira se entrar nos olhos.
Descrição Botânica Arbusto variável, glabro, redondo até 1.75 m; caules muito ramificados, inferiormente sem folhas. Folhas alternadas, sésseis, aglomeradas em direcção às extremidades dos ramos, 25-70x3.5-8(-12) mm, linear a linear-elípticas, subagudas a obtusas, glaucas, as margens amareladas. Inflorescências umbeladas, simples ou compostas. Raios 5-6(-8). Folhas 3-6.5, oblongo-obovadas a suborbiculares, obtusas, mucronadas. Glândulas geralmente 5, transversalmente ovadas, emarginadas ou com 2 curtos cornos, verde amarelado ou vermelho púrpura profundo. Cápsulas 6x7-8 mm, duras, lisas, glabras. Sementes 3-3.5 mm, oblongo-ovóide, rugulosas, castanho escuro a preto, carunculadas.
Toxicidade Desconhecida
Abundância Pouco comum
Distribuição Geográfica Madeira (localmente abundante em rochas e penhascos principalmente nas regiões baixas perto da costa, 0-300(-550) m), Deserta Grande e Porto Santo (nos picos mais altos e nas regiões baixas).
Origem Endémica do arquipélago da Madeira.

Compostos Químicos
CAS Nome


Referências Bibliográficas
Artigo DOI
D. Rivera, C. Obón. May 1995. The ethnopharmacology of Madeira and Porto Santo Islands, a review. Journal of Ethnopharmacology. 46 (1995) 73-93. 0378-8741(95)01239-A
J. R. Press, M. J. Short; 1994; FLORA OF MADEIRA, THE NATURAL HISTORY MUSEUM; London:HMSO. 0-11-310017-5

Fotos
euphorbia_piscatoria2.jpg
Euphorbia__piscatoria_1.jpg
Euphorbia__piscatoria_3.jpg
Euphorbia_piscatoria_4.jpg


©2007 • Centro de Química da Madeira • Universidade da Madeira