Logo Projecto Biopolis Logo CQM
Sobre Lista Plantas Pesquisa Avançada




Informações sobre a planta
Nome Científico Rubus bollei Focke
Sinónimos
Família ROSACEAE
Nome Comum Silvado, Silva.
Partes Estudadas Folhas, rebentos, frutos.
Bioactividade
Etnofarmacologia O xarope da fruta é usado como astringente para crianças; a decoção dos rebentos é usada como astringente e também para diabétes, como depurativo, diurético e analeptico; bocejar para alívio da garganta inflamada.
Descrição Botânica Ramos +/- glabros a ligeiramente hirsutos; folhas geralmente largas; folíolos terminais das pontas com flores (4-)5-14x(2.5-)3-8 cm, geral e largamente obovadas a largamente elípticas a orbiculares, cuspidado a aristado, varialmente felpuda por baixo (muito ligeiramente hirsuta somente nas nervuras a densamente branco-tomentoso no seu todo); estípulas geralmente mais larga, 7-20 mm; inflorescências geralmente em panícula piramidal larga com ramos principais patentes ou erecto-patentes e curtamente cimosas, diquasial, racemosa ou paniculada; eixos ligeiramente a densamente tomentosos, ou vilosos; sépalas 4-15x2.5-5 mm, densamente branco-tomentoso a viloso, por vezes com poucos picos minutos na face exterior; pétalas geralmente largas, 7-23x3-16 mm, obovadas a oblanceoladas; cabeças dos frutos 5.5-13 mm, hemisféricos a globosos ou ovóides.
Toxicidade Desconhecida
Abundância Comum
Distribuição Geográfica Madeira (matagais, ravinas, bosques, levadas, principalmente na zona norte, entre 50-950 m), Canárias.
Origem Endémica da Macaronésia (Canárias).

Compostos Químicos
CAS Nome


Referências Bibliográficas
Artigo DOI
D. Rivera, C. Obón. May 1995. The ethnopharmacology of Madeira and Porto Santo Islands, a review. Journal of Ethnopharmacology. 46 (1995) 73-93. 0378-8741(95)01239-A
J. R. Press, M. J. Short; 1994; FLORA OF MADEIRA, THE NATURAL HISTORY MUSEUM; London:HMSO. 0-11-310017-5

Fotos

Ainda não existem imagens associadas à planta.



©2007 • Centro de Química da Madeira • Universidade da Madeira