Um blog com partilhas diversas…

Archive for Março, 2008

Daring Bakers - Bolo de Festa

Domingo, Março 30th, 2008

O desafio do mês de Março do grupo Daring Bakers, lançado por Morven, foi um bolo de festa recheado com creme e frutos vermelhos. O meu pode não ter crescido tanto como devia, mas ficou muito apelativo e saboroso (fotos abaixo). A receita em português está disponível abaixo.

 2008_03290055small.jpg2008_03290057small.jpg

2008_03290062.png

Bolo de Festa Perfeito

Para o Bolo

2 ¼ chávenas de farinha

1 colh. de sopa de fermento em pó

½ colh. de chá de sal

1 ¼ chávenas de leite

4 claras

1 ½ chávenas de açúcar

2 colh. de chá de raspa de limão

8 colh. de sopa de manteiga à temperatura ambiente

Para a cobertura

1 chávena de açúcar

4 claras

350 g de manteiga

½ chávena de sumo de limão

1 colh. de chá de açúcar baunilhado

Para o acabamento

Frutos vermelhos

Preparação

Pré-aquecer o forno a 200º. Untar duas formas redondas com manteiga.Misturar a farinha, o fermento e o sal. À parte, misturar o leite e as claras.Num outro recipiente misturar com as mãos o açúcar e a raspa de limão, até o açúcar ficar húmido e perfumado. Adicionar a manteiga e bater por 3 minutos. Em seguida, juntar 1/3 da mistura de farinha e continuar a bater. Adicionar também metade da mistura de ovo e leite e depois a metade dos restantes ingredientes secos, até estar tudo bem incorporado.Junte o restante leite e ovos e por fim a última metade dos ingredientes secos, batendo durante 2 minutos. Dividir a massa pelas duas formas.Levar ao forno por 30-35 min ou até a massa estar dourada e cozida por dentro.Desenformar.

Para a Cobertura

Juntar o açúcar e as claras em banho-maria, mexendo sempre, durante 3 minutos.Remover do fogo e bater até arrefecer e ficar merengue, durante 5 mins. Adicionar a manteiga aos poucos e continuar a bater. Quando estiver adicionada a manteiga toda, bater por 6-10 min, até ficar consistente. Juntar finalmente o sumo de limão, aos poucos, e a baunilha.

Montagem Final

Com uma faca afiada dividir cada bolo em duas camadas. Cobrir cada uma com compota de frutos à escolha e depois o creme. Colocar a camada de bolo seguinte e assim sucessivamente. Confeitar o bolo todo com a restante cobertura e enfeitar com frutos vermelhos ou côco ralado.

__________________

This is this month’s Daring Bakers challenge, a Perfect Party Cake, hosted by Morven.

Mine didn’t grow very much (and I used plain flour, not self-rising) so I wasn’t able to make 4 layers, only 2. When I assembled I used frozen berries of different sorts between the layers and on top. I think it gave a special touch to the cake.

At the end it was delicious. Thank you for this recipe!

Etsy - tudo feito à mão

Sábado, Março 29th, 2008

Hoje recomendo um site com um conceito muito interessante, ao qual acabei por me ligar. Refiro-me ao Etsy, um grande espaço comercial online, com lojas de todo o mundo, onde a característica comum é ter artigos feitos à mão. As formas de pesquisa são diversas e muito divertidas, desde a possibilidade de escolher items por cores ou então pela localização da loja.

Apresento alguns dos meus produtos favoritos, para que possam ter uma ideia da diversidade e originalidade.

owl.jpgsofa.jpgraku.jpg

Entretanto, também apresento os produtos feitos por mim, pois o entusiasmo fez-me abrir um espaço no Etsy, o Aracne Designs.

green_bracelet.jpgblack.jpgblue.jpg

Penso ter encontrado um local para as minhas compras especiais.

__________________________

Today I recommend a site with a special concept, Etsy. It’s a huge mall with lots of shops from all over the world that have a thing in common, everything is handmade.

The searching tools are funny because you can search by color or shop’s location, among others. There’s a list of my favorite items (above). 

Meanwhile, I decided to open my own space at Etsy, Aracne Designs. You can see a sample of my work above.

It seems like I found a place to buy some special gifts.

Poesia à solta e gratuita

Sexta-feira, Março 28th, 2008

7b_poetry_magazines.jpg

Pura coincidência, ou talvez não, deparei-me recentemente com a indicação de um espaço online que disponibiliza publicações periódicas de poesia em língua inglesa, gratuitamente.

Um exercício interessante será navegar sem destino pelos poemas das várias revistas e descobrir novos ou consagrados poetas.

http://www.poetrymagazines.org.uk/

 __________________________

Recently I found a place where poetry is alive and free online. It’s on http://www.poetrymagazines.org.uk/ and only for those who can read English. One interesting exercise is to wander through the many publications and discover new poets and their poetry.

Dia Mundial da Poesia

Sexta-feira, Março 21st, 2008

Hoje celebra-se o Dia Mundial da Poesia. Como não podia deixar de ser, transcrevo um poema para assinalar a data.

COMO DAR O NOME AOS GATOS

Dar nome aos gatos é uma questão difícil,

Não é nenhum jogo de férias;

Podeis pensar que sou doido varrido

Quando vos digo que um gato deve ter TRÊS DIFERENTES NOMES

Antes de mais nada, há o nome que a família emprega diariamente,

Tal como Peter, Augustus, Alonzo ou James,

Tal como Victor ou Jonathan, George ou Bill Bailey –

Todos eles sensatos nomes de todos os dias

Há nomes de maior fantasia se achais que soam melhor,

Alguns para cavalheiros, alguns para as damas:

Tais como Plato, Admetus, Electra, Demeter –

Mas todos eles sensatos nomes de todos os dias

Mas, digo-vos eu, um gato precisa de um nome que seja particular,

Um nome que seja peculiar, e mais dignificado,

Senão, como pode ele manter a cauda perpendicular,

Ou estender os bigodes, ou encarecer o orgulho?

De nomes desta espécie dou-vos um quórum,

Tais como Muskustrap, Quaxo ou Coricopat,

Tais como Bombalurina, ou então Jellylorum –

Nomes que nunca pertence a mais do que um gato

Mas, mais acima e mais além, falta ainda outro nome,

E esse é o nome que jamais adivinhareis;

O nome que nenhuma investigação humana pode descobrir –

Mas o PRÓPRIO GATO sabe-o, e nunca confessará.

Quando se vê um gato em profunda meditação,

A razão, digo-vos eu, é sempre a mesma:

O seu espírito está em ávida contemplação

Do pensamento, do pensamento, do pensamento do seu nome:

Do seu inefável efável

Efaninefável

Profundo e incontável singular Nome.

T.S. Elliot (1888-1965)

In Assinar a Pele – Antologia de Poesia Contemporânea Sobre Gatos

________________

 Today is Poetry Day! So, I decided to share a poem.

The Naming of Cats

 The Naming of Cats is a difficult matter,
   It isn’t just one of your holiday games;
 You may think at first I’m as mad as a hatter
 When I tell you, a cat must have THREE DIFFERENT NAMES.
 First of all, there’s the name that the family use daily,
   Such as Peter, Augustus, Alonzo or James,
 Such as Victor or Jonathan, or George or Bill Bailey -
   All of them sensible everyday names.
 There are fancier names if you think they sound sweeter,
   Some for the gentlemen, some for the dames:
 Such as Plato, Admetus, Electra, Demeter -
   But all of them sensible everyday names.
 But I tell you, a cat needs a name that’s particular,
   A name that’s peculiar, and more dignified,
 Else how can he keep up his tail perpendicular,
   Or spread out his whiskers, or cherish his pride?
 Of names of this kind, I can give you a quorum,
   Such as Munkustrap, Quaxo, or Coricopat,
 Such as Bombalurina, or else Jellylorum -
   Names that never belong to more than one cat.
 But above and beyond there’s still one name left over,
   And that is the name that you never will guess;
 The name that no human research can discover -
   But THE CAT HIMSELF KNOWS, and will never confess.
 When you notice a cat in profound meditation,
   The reason, I tell you, is always the same:
 His mind is engaged in a rapt contemplation
   Of the thought, of the thought, of the thought of his name:
     His ineffable effable
     Effanineffable
 Deep and inscrutable singular Name.

T.S. Elliot (1888-1965)

Old Possum’s Book of Practical Cats

Estantes Originais

Quinta-feira, Março 20th, 2008

consoleshelves.jpg

Descobri no Blogtailors e não resisti a fazer menção aqui. Uma lista das estantes para livros mais originais do mercado internacional. A meu ver, algumas não são as ideais para a arrumação e preservação dos livros (apesar de esteticamente apelativas), mas há outras que vão ao encontro de todos os meus requisitos. Uma tentação!

http://freshome.com/2008/02/25/30-of-the-most-creative-bookshelves-designs/

quad-book-case.jpg

_________________________

Using the link above you can discover the most interesting bookshelves in the market. I wanted to have on of those for my house. Who knows?