Archive for November, 2008

As palavras desnecessárias de Belém

Tuesday, November 25th, 2008

A banca portuguesa está um mimo. Pela primeira vez, um banqueiro conhece as sombras das grades. Temo que assuma todas as responsabilidades para outra dúzia ficar de fora. Mas o que mais me espanta nesta novela financeira é o Presidente da República que deveria ter estado no silêncio deixando à investigação o envolvimento ou não de Dias Loureiro no caso BPN.

Lília Bernardes

 

Problemas de identidade

Saturday, November 22nd, 2008

corneta-2.JPGcorneta-2.JPGcorneta-2.JPG

Quando chego a casa ele GRITA de uma maneira que nunca ouvi um gato fazer. A minha filha chama-o “buzina”. Eu chamo-o “corneta” e a minha mãe “nacional”.

Lília Bernardes

 

 

Comissão das Pescas do Parlamento Europeu visita a Madeira

Friday, November 21st, 2008

Uma delegação da Comissão das Pescas do Parlamento Europeu desloca-se à Madeira entre 27 e 29 de Novembro para melhor conhecer a situação e os problemas do sector. A delegação – constituída por nove eurodeputados, entre os quais Emanuel Jardim Fernandes, Sérgio Marques (ambos madeirenses), Duarte Freitas e Pedro Guerreiro – irá visitar o Caniçal, a Calheta e Câmara de Lobos e encontrar-se com representantes de várias autoridades locais e do sector das pescas e aquicultura.

O programa da delegação inclui encontros com o Presidente da Assembleia Legislativa da Região Autónoma da Madeira e com a Comissão da Assembleia Regional dedicada aos Recursos Naturais e ao Ambiente, bem como contactos com várias empresas dedicadas à venda e gestão de stocks de peixe, sindicatos, associações transformadoras e pescadores.

Membros da delegação:

1. Rosa Miguélez Ramos (Espanha, Partido Socialista Europeu) -  chefe da delegação e Vice-Presidente da Comissão das Pescas do PE

2. Pedro Guerreiro (Portugal, Grupo Confederal da Esquerda Unitária Europeia) - Vice-Presidente da Comissão das Pescas do PE

3. Emanuel Jardim Fernandes (Portugal, Partido Socialista Europeu) - responsável pela visita da delegação

4. Niels Busk (Dinamarca, Aliança dos Democratas e Liberais pela Europa)

5. Heinz Kindermann (Alemanha, Partido Socialista Europeu)

6. Seán Ó Neachtain (Irlanda, União para a Europa das Nações)

7. Struan Stevenson (Reino Unido, Partido Popular Europeu)

8. Duarte Freitas (Portugal, Partido Popular Europeu)

9. Sérgio Marques (Portugal, Partido Popular Europeu)

A Comissão das Pescas do PE tem competência em matéria de funcionamento e desenvolvimento da política comum das pescas (PCP) e respectiva gestão, conservação dos recursos da pesca, organização comum do mercado (OCM) dos produtos da pesca, política estrutural nos sectores da pesca e da aquicultura, incluindo os instrumentos financeiros de orientação da pesca, e acordos internacionais de pesca.

Página da Comissão das Pescas do Parlamento Europeu 

http://www.europarl.europa.eu/activities/committees/homeCom.do?language=PT&body=PECH

Acabe-se de vez com a má sorte da UMa

Friday, November 21st, 2008

Como jornalista acompanhei desde finais dos anos 80 a saga da Universidade da Madeira, os vários protagonistas das várias comissões de instalação, os acordos leoninos com a Faculdade de Letras (eu frequentei o centro de Apoio da FC na Rua dos Ferreiros e sei do que falo), das demissões escandalosas, das despesas em hóteis de luxo, uma “Venezuela” no pior sentido.

Infelizmente a UMa tem servido como projecto pessoal de alguns.  

Pensou-se que a partir de uma certa altura com o processo a correr normalmente, a UMa entrasse em velocidade de cruzeiro, uma porta aberta da ilha para o conhecimento. Tinha e tem todas as condições. Mas…assim, não!

Depois de ter passado quatro anos como aluna, de reconhecer a capacidade de muitos dos professores que me ensinaram a gostar desta universidade, fico revoltada, como cidadã, do mal que se está a fazer a todos os que acreditaram nesta instituição.

Não me interessa os confessionariozinhos, nem os interesses particulares, nem o poder de lobbies, ou seja lá o que for. Estou-me rigorosamente nas tintas.  

Mas é tempo de dizer basta. A sociedade civil já se cansou e exige que haja respeito. Caso contrário não vale a pena. Acabe-se com a universidade. Tudo para a rua. Feche-se as portas. Há muitas saídas para o edificio, incluindo transformá-lo num depósito de jazigos para nunca mais nos esquecermos os nomes dos responsáveis pelo enterro.    

Lília Bernardes

Outra forma de ver a imagem

Saturday, November 8th, 2008

No momento em que o simbolo nazi foi usado - mesmo como forma de contrapropaganda - no parlamento da Madeira pelo deputado do PND (havia outras formas de protesto);  quando por dá-cá-aquela-palha se usa e abusa do termo fascista como forma de insulto ( dr. Jardim é um dos que gosta desta palavra),  por favor não se banalize a História. Em memória de todos quantos sofreram e morreram às mãos de ideologias totalitárias, racistas, desumanas, faça um clique em:

http://www.lena-gieseke.com/guernica/movie.html

Lilia Bernardes

Alguém explica?

Friday, November 7th, 2008

Acabei de ouvir o lider do PS/Madeira confirmar à TSF os nomes dos candidatos às autárquicos publicados hoje no DN-Madeira. Qual é o meu espanto quando leio no blogue de Carlos Pereira (apontamentosemnome) o seguinte

Esclarecimento

Sobre a noticia do DN Madeira a respeito da minha possível candidatura à CMF, cumpre-me dizer o seguinte:

1. A discussão desta matéria é extemporânea. Estamos a um ano de distância das eleições autárquicas e, portanto, parece óbvio, que ninguém, com um mínimo de bom senso e credibilidade, toma decisões desta natureza com esta distância;
2. Não conheço a origem, ou fonte, do DN Madeira mas é naturalmente uma informação de duvidosa credibilidade;
3. Apesar de tudo, estou absolutamente convencido que, tendo em conta os mais recentes acontecimentos na ALRAM e, sobretudo, a suspensão da democracia pelo PSD, violando a constituição e o estatuto, fechando o Parlamento de forma ilegal, condicionando o trabalho parlamentar ao nível da fiscalização do governo e da prática democrática, trata-se, seguramente, de uma atitude pensada e deliberada do PSD de desviar as atenções do essencial que se passa na nossa Região. Por isso, que fique claro, não admito que utilizem o meu nome para abordagens dessa natureza.