Programa possibilita carreira de jovens no estrangeiro

Para aqueles que pretendem seguir carreira no estrangeiro, realizar um estágio internacional através de um programa reconhecido, o InovContacto é a melhor opção.  

Promovido pelo Ministério da Economia e da Inovação, o Programa InovContacto - Estágios Internacionais de Jovens Quadros - é um projecto direccionado para os recém-licenciados, que visa apoiar a formação de quadros qualificados em contexto internacional.
Com uma duração global entre seis e nove meses, o programa é composto por quatro fases, de modo a garantir uma preparação, integração e adaptação adequadas.
A primeira fase consiste no “Campus InovContacto”, que não é mais do que a preparação académica e técnica para os meses que se seguem, em regime intensivo residencial durante cerca de uma semana.

Segue-se a fase de estágio em Portugal, em que os futuros estagiários são preparados para a vida activa, ao mesmo tempo que desenvolvem uma rede de contactos e conhecimentos nos mercados internacionais. Esta fase de estágio em Portugal tem a duração aproximada de um mês. Em seguida partem para o país de destino. A fase final consiste na participação no Seminário de Encerramento daquela fase de estágios e marca a entrada efectiva na Rede Networkcontacto, uma rede de conhecimento e de contactos internacionais, que pretende promover a troca de informação entre os participantes após o estágio.

A selecção dos candidatos ao Programa de Estágios Internacionais InovContacto, da responsabilidade da AICEP E.P.E., obedece a quatro etapas distintas, de modo a garantir a perfeita harmonia entre o estagiário e a empresa que o acolhe. Neste processo, são avaliadas as competências, capacidades e potencialidades consideradas essenciais para o sucesso do estágio. Assim, na primeira etapa, a de pré-selecção de candidaturas, na qual são estudados os requisitos determinados previamente e numa dupla perspectiva, a do candidato (tipologia da licenciatura, média final de curso, domínio de idiomas, domínio de informática) e a das empresas. Na fase seguinte - Selecção e Recrutamento - são tidas em conta a motivação do candidato para a realização do estágio, as suas capacidades técnicas e pessoais. Segue-se a fase final, a de entrevista de certificação final.
Finalizado o processo de recrutamento e selecção, inicia-se a fase de “matching”, cruzando os planos de estágio apresentados pelas empresas com os perfis dos candidatos que concluíram com sucesso o recrutamento e a selecção.

Para os felizes seleccionados, as condições oferecidas pelo estágio são muito aliciantes, em que tudo é facilitado ao estagiário. Assim, a AICEP E.P.E, como entidade responsável pelo programa, para além da viagem de ida volta entre Portugal e o país de destino, proporciona uma bolsa mensal equivalente a duas vezes o IAS (Indexante de Apoios Sociais), desde o primeiro ao último dia de estágio (1ª, 2ª e 3ª fases), sendo que na 3ª fase de estágio (estrangeiro) esta bolsa será complementada com um subsídio de alimentação e alojamento, calculado de acordo com o Índice de Custo de Vida da ONU e que varia consoante o mercado de acolhimento.

Um seguro de acidentes pessoais profissionais, um seguro mundial de saúde, (durante o período de residência nos países onde não existe reciprocidade de cuidados médicos) e um computador portátil em regime de comodato completam o pacote de condições. 


Tecido empresarial adere em massa
A
crescente adesão das empresas ao InovContacto tem demonstrado consistência e grande reconhecimento, traduzindo-se num cada vez maior volume de pedidos, edição após edição. A par da sua crescente popularidade no tecido empresarial, o InovContacto foi também considerado “best practice” na área de Management Development Programmes e sub-área Graduate Programmes pelos Peritos Nacionais do Grupo de Trabalho “Apoios à Internacionalização das PME’s”. 

BRUNO SARMENTO MELO
correio@expressodasnove.pt 

Post Lília Bernardes

Leave a Reply