Untitled Document
Subscreva a nossa mailing list e seja o primeiro a receber informações sobre as nossas iniciativas: clique aqui.
 
 
 
 
 
 
INVESTIGAÇÃO E DESENVOLVIMENTO
 

O programa de investigação e desenvolvimento encetado pelo ISOPlexis Banco de Germoplasma organiza-se em torno das seguintes tarefas:

  • Inventariação dos recursos biológicos
  • Recolha e conservação de germoplasma
  • Caracterização dos recursos biológicos
  • Avaliação e valorização dos recursos biológicos
 

Inventariação dos recursos biológicos

A inventariação dos recursos biológicos tem sido realizada, através de análise de dados bibliográficos, fontes documentais, levantamentos no terreno, entrevistas e inquéritos aos agricultores. A inventariação tem sido realizada em todos os patamares fito-climáticos e condições edáfico-ecológicas de todas ilhas e em todos concelhos do Arquipélago da Madeira, seguindo as recomendações do IPGRI (Bioversity International) e da FAO. A informação e os dados recolhidos são documentados em bases de dados e sob a forma de informação geográfica, possuindo o ISOPlexis o levantamento mais completo da diversidade agrícola e dos seus parentes ancestrais (CWR) da Região.

 
A inventariação dos recursos é utilizada para definir as áreas de amostragem e recolha de germoplasma. Actualmente, em resultado dessa inventariação o ISOPlexis recolheu 1363 ISOPs (amostras) em todo arquipélago da Madeira:
  • Calheta (108 ISOPs)
  • Câmara de Lobos (40 ISOPs)
  • Funchal (57 ISOPs)
  • Machico (234 ISOPs)
  • Ponta do Sol (61 ISOPs)
  • Porto Moniz (227 ISOPs)
  • Porto Santo (29 ISOPs)
  • Ribeira Brava (64 ISOPs)
  • Santa Cruz (155 ISOPs)
  • Santana (218 ISOPs)
  • São Vicente (165 ISOPs)
  • Selvagens (5 ISOPs)

Presentemente, o ISOPlexis pode cooperar com potenciais parceiros e interessados nos seguintes tópicos:

  • Inventariação e detecção dos recursos biológicos de potencial interesse
  • Elaboração de relatórios de agrodiversidade ou de diversidade em geral
  • Levantamento e recolha de germoplasma